BitBar bombando no Jornal do Almoço

Na contra-mão da crise, clientes da BitBar mostram crescimento dos negócios através de e-commerce integrado ao nosso software. Além das lojas virtuais da Kromax, estamos plenamente integrados com iFood e Devorando. Pedidos Já, começa nos próximos dias.

Veja a opinião dos empresários:

Fonte: Jornal do Almoço – RBS TV


Nota fiscal ao consumidor eletrônica – NFCe

A NFCe chegou para ficar e o BitBar está pronto!

Esta é a resposta para as duas primeiras perguntas que nos fazem: se é real este negócio de NFCe e se o BitBar já emite. Sim, é real e sim, já emitimos. Junto com estas perguntas, sempre vêm mais duas: quem precisa utilizar e qual o prazo para implantar. O restante do texto explica.

Desde que a primeira NFCe foi emitida no Amazonas em 2013, praticamente todos estados brasileiros aderiram ao modelo, ficando de fora apenas SC e ES, que até o final de 2014 ainda continuavam com o PAF/ECF. Isto tem importância particular para a BitBar, pois a grande maioria dos nossos clientes concentram-se exatamente em SC e RS. Portanto vamos suportar NFCe e continuar suportando PAF/ECF.

Resumindo: SC e ES seguem utilizando PAF/ECF e todos os demais estados brasileiros vão ter que utilizar a NFCe.

O RS teve o decreto 51.245 publicado em março de 2014 que estabeleceu os prazos para a implantação da NFCe no setor varejista de acordo com as faixas de faturamento.

Uma informação que passa desapercebida pela maioria das pessoas está na segunda parte do item IV: “estabelecimentos que iniciarem suas atividades a partir de 1º de janeiro de 2016“. Isto significa que todas as empresas que forem constituídas a partir de 2016 terão que iniciar suas atividades com NFCe, pois não será mais permitido impressora fiscal, ou registradora, ou talão de notas D1.

Em linhas gerais, restaurantes que faturam acima de R$ 300 mil/mês devem começar imediatamente a implantar, pois o prazo é 2015. Os estabelecimentos com faturamento entre R$ 300 mil e R$ 150 mil/mês terão até metade de 2016 e com faturamento abaixo de R$ 150 mil/mês terão até final de 2016 para abandonar o ECF e aderir a NFCe. É muito forte a tendência de não haver prorrogação. As consequências para quem não cumprir os prazos não estão bem claras, mas tendem a ser multas pesadas.

Para quem já é nosso cliente, procure não deixar para última hora. O processo para instalar a NFCe é bem simples, mas pode ser um pouco demorado, pois tem que adquirir um certificado digital tipo A1 e substituir os ECFs por impressoras não fiscais. Com isto providenciado, em três passos e poucos minutos você já poderá emitir sua primeira NFCe. Com ajuda dos nossos técnicos, terá que instalar o certificado digital, cadastrar-se no site do SEFAZ/RS e informar o token gerado no BitBar Config.

Para quem ainda não é nosso cliente, o ideal é começar muito antes das datas limite. Todos terão que se adaptar e certamente haverá muita procura próximo ao vencimento dos prazos. Quem se programar e antecipar, certamente terá uma implantação tranquila e não correrá riscos.


Versão 2.62 – Farroupilha

Aproveitando os festejos da Semana Farroupilha, liberamos a versão 2.62 que traz algumas novidades no check-in que estão dando o que falar. Uma é a identificação do cliente através de nome, documento ou telefone. O sistema já fazia isto antes, mas agora ele faz de forma muito mais rápida e totalmente transparente ao usuário. Internamente, brincamos dizendo que ficou “a lá google”. Outra novidade é o cartão VIP que o cliente pode levar para casa e utilizar novamente quando quiser. Embora eu sempre tenha sido contra este recurso por achá-lo perigoso para o estabelecimento, tive que concordar que em alguns casos ele funciona muito bem. O terceiro recurso é o ingresso antecipado com web check-in, onde o cliente entra no web site da empresa, compra o ingresso e já faz um pré-cadastramento, gerando um número de ingresso único. No check-in, este ingresso é lido através de um leitor de códido-de-barras e traz automaticamente todas as informações do cliente.

E ainda tem o novo relatório de demonstrativo de resultados do exercício (DRE) com comparação de receitas e despesas dos últimos seis meses, o controle de venda de produtos proibidos para menores de 18 anos e a nova janela de reservas totalmente remodelada, que estava sendo ansiosamente aguardada.

Veja a lista completa de alterações: continua…


Versões 2.60 e 2.61 – Unicode

Conforme foi prometido, estas versões tiveram um ciclo de desenvolvimento mais rápido que o habitual. Tão mais rápido, que não conseguimos publicar a lista de alterações da 2.60 e tivemos que fazer isto junto com a 2.61. Basicamente por dois motivos: existiam novos recursos sendo aguardados por clientes, que são o controle de áreas de recreação e novo controle de fidelidade em telentrega e o outro motivo é que desde o final da última versão já estávamos convertendo o sistema para o novo Delphi 2010. Isto fazia parte de nossos planos para nos mantermos sempre atualizados utilizando o que nossa ferramenta de desenvolvimento pode oferecer de melhor e mais atual. Mas tinha um detalhe importante: o unicode. Unicode nada mais é que todas as letras dos campos do tipo String não são mais formadas por apenas um caractere, mas por dois. Isto serve para suportar idiomas como chinês e russo. No nosso caso, não serve pra nada já que não exportamos nosso software, mas era necessário que adaptássemos todo código fonte. Esta conversão foi muito trabalhosa, como nunca havia acontecido em atualizações anteriores e deixou o sistema instável como a muitos anos não acontecia. Além disto, quando você trabalha com uma ferramenta tão completa e complexa quanto o Delphi versão 2010 no ano de 2010, você acaba enfrentando todos os problemas de uma versão nova, como recursos que estavam funcionando e pararam de funcionar, componentes de terceiros que não estavam plenamente testados e rotinas que tiveram que ser praticamente re-escritas como a assinatura digital. Passado este período de turbulência, as versões já estão estabilizadas e já estamos trabalhando em novos recursos.

Confira a lista com todas alterações: continua…


Versão 2.59 – Feliz Aniversário

A primeira versão pós-PAF, ficou marcada por uma grande quantidade de pequenas melhorias e correções. Muitas destas correções foram necessárias devido ao grande tempo dispendido na criação do PAF, sem poder instalar nos clientes em forma de versões de teste. Isto criou um problema, pois após termos o software homologado, não poderíamos alterar a versão do PAF sem comunicar o fisco. O efeito colateral é que se algo é alterado, no checkin por exemplo, mesmo nada tendo em haver com o PAF, o fisco deve ser informado porque o código está no mesmo arquivo executável. Isto acaba tirando a velocidade do desenvolvimento e distribuição dos novos recursos. Estamos aprendendo as melhores técnicas para evitar isto e acredito que esta questão ainda será revisada nas próximas alterações na legislação. Mesmo porque, algumas vezes não temos escolha, como foi o caso de dois “bugs” descobertos pelo setor de desenvolvimento da BitBar, em duas bibliotecas de impressoras fiscais: um na impressora Daruma e outro na Bematech. Em ambos os casos houve alterações no BitBar, para contornar problemas de terceiros e deixar o sistema funcionando. Em tempo: os problemas já foram solucionados pelos fabricantes.

Felizmente desta vez como não existiu processo de certificação, pudemos colocar versões beta em vários clientes e fazer o lançamento com tranquilidade. Inclusive esta versão está tão estável que já encerramos seu cliclo de desenvolvimento e já estamos trabalhando na próxima, que não deve demorar muito para ser lançada, já que ela trará alguns recursos novos e existem clientes anciosos por eles.

Aproveito também para parabenizar a DaDo Bier, pelos seus 15 anos de atividades. A BitBar tem sido parceira fiel desde o início e se não fosse pela DaDo Bier, com seu empreendedorismo, com suas necessidades específicas e sempre urgentes, sua vocação para a novidade e inovação e sua coragem em tomada de decisões, a BitBar nem sequer existiria. Portanto, quando a Dado festeja, nós festejamos também, com muito orgulho. Um brinde da à Dado Bier. Prosit!

Segue a lista completa de alterações: continua…


Versão 2.58 – PAF & Android

Após quatro meses desde o lançamento da última atualização majoritária, temos orgulho de apresentar a versão 2.58, já com suporte ao PAF. O Programa de Aplicativo Fiscal nada mais é que um conjunto de regras definidas pelo governo, que o sistema deve seguir. Foi um pouco demorado e difícil para fazermos, pois além de atender às exigências fiscais, temos como objetivo sempre melhorar o sistema em todas as àreas. Por isto, durante todo o ano trabalhamos com duas versões em desenvolvimento paralelo. Muitas vezes as alterações eram tão profundas na versão antiga, que tinham que ser feitas à mão novamente na nova, pois o sistema de controle de versões não conseguia fazer o trabalho de maneira adequada. Para que tem dúvidas: O que é PAF em 10 passos e a publicação da homologação do BitBar, no diário oficial no site da união.

 

Outra grande novidade nesta versão também vinha sendo criada silenciosamente desde o ano passado: O BitBar Android. Em linhas gerais, Android é uma plataforma de desenvolvimento para telefones móveis da Google. Desde a chegada do iPhone, o mercado ficou extremamente agitado e houve grande evolução em dispositivos portáteis. Nós esperamos um pouco para nos posicionarmos para termos certeza em qual direção as grandes empresas do ramo estavam indo. Sem sombra de dúvidas acertamos. Até o final do ano mais de 20 aparelhos serão lançados por Motorola, Samsung, LG, HTC, Sony, Acer, Dell, etc. Os preços estão simplesmente despencando e já é possível comprar os aparelhos da primeira geração por menos de mil reais. O BitBar Android já está funcionando, está muito rápido, intuitivo e tem um enorme potencial de crescimento, pois a plataforma de desenvolvimento permite isto.

E por último, a primeira telentrega via internet integrada ao BitBar foi lançada pelo Sushi Drive. É uma ferramenta desenvolvida por terceiros que apenas comunica-se com o BitBar para enviar os pedidos e receber seus respectivos retornos. Está funcionando muito bem e o site está muito bonito e bem acabado. Assim que tiver um período maior funcionamento e ajustes da versão inicial, vamos disponibilizar o contato do pessoal que desenvolveu, bem como um post tratando somente deste assunto tão interessante.

Importante: Mesmo esta homologação do PAF sendo válida para todo País, ainda temos que nos credenciar junto às Secretarias de Fazenda dos Estados. Este processo é um pouco demorado devido à quantidade de documentos que temos que reunir e às variantes de cada Estado. Verifique com seu contador as datas limites para você implantar o PAF e agende a sua instalação. Lembrando que esta atualização não pode ser executada de forma automática como todos estão acostumados. Por exigências do fisco, a instalação do PAF deve ser feita por um representante da BitBar. Não deixe pra última hora pois as multas podem ser pesadas.

Segue abaixo a lista com todas alterações contidas nesta versão:
continua…


Próximo »